O bruxismo é um hábito parafuncional e inconsciente do sistema mastigatório que pode ser dividido em bruxismo de vigília ou de sono, cêntrico (apertamento dentário) ou excêntrico (ranger os dentes). A percentagem da população que já teve episódios de bruxismo pode variar entre os 15-90%, sendo considerado problemático na idade adulta e não nas crianças. A causa mais associada ao bruxismo é o stress e ansiedade associados aos hábitos da sociedade atual. A sua manifestação não é contínua, havendo picos de atividade e períodos latentes. Este hábito tem como consequências o desgaste dentário, hipertrofia, tensão e dor dos músculos mastigatórios e dores de cabeça. Desta forma, o seu diagnóstico passa pela deteção destes sinais e sintomas pelo seu médico dentista. Determinadas alterações ao estilo de vida são aconselháveis para diminuir a frequência destes episódios: atividade física, terapias de relaxamento e boa postura corporal. Os aparelhos miorrelaxantes e a reabilitação com prótese fixa ou restaurações são ferramentas que permitem prevenir e corrigir o desgaste causado pelo mesmo.

Se desejar, marque uma consulta de avaliação com um dos nossos médicos especialistas ou entre em contacto connosco.